4-duvidas

Ao conectar seu equipamento (Fogão, Cooktop,aquecedor, etc.) aplicar algumas camadas de fita veda rosca na conexão da mangueira evitando vazamento de gás. Após a ligação abrir o registro e aplicar sabão com uma esponja a fim de verificar vazamentos. Na grande maioria das primeiras instalações, o cliente não aplicou a fita veda rosca
A instalação deve preferencialmente se efetuada por empresa especializada.

Se o vazamento não estiver na conexão contactar a construtota através do SAC.

Como proceder em caso de emergências

Vazamento sem fogo:
- Feche o registro de gás;
- Afaste as pessoas do local;
- Não acione interruptores de eletricidade;
- Desligue a chave geral de eletricidade somente se ela estiver fora da residência;
- Não fume nem acenda fósforos ou isqueiros;
- Se ocorrer em ambiente fechado, abra portas e janelas;
- Entre em contato com a empresa distribuidora de gás e, em casos mais graves, com o Corpo de Bombeiros (193).
Vazamento com fogo:
- Se possível, feche o registro de gás;
- Afaste as pessoas do local;
- Desligue a chave geral da eletricidade;
- Retire do local os materiais combustíveis que puder;
- Chame o Corpo de Bombeiros (193) e a Defesa Civil (199).

Duvidas Frequentes

A- Por que algumas vezes a chama no queimador do fogão fica irregular?
As razões podem ser várias, mas a mais comum é pelo fato de o queimador não estar limpo e regulado. É recomendável manter sempre os queimadores limpos e regulados para evitar acidentes, já que podem apagar e provocar vazamentos de gás. Se necessário, consulte sempre a assistência técnica do fabricante do fogão.
Voltar
B- Existe alguma especificação para a mangueira do gás?
Sim. A mangueira deve ser normatizada, pode ser de borracha, tramas de aço, ou a mais comum, feita de plástico (PVC) transparente, trançada, com uma tarja amarela onde estão gravados o prazo de validade (5 anos) e o código NBR-8613, uma garantia de que foi fabricada segundo padrões técnicos de segurança. O comprimento máximo dessa mangueira, independentemente do material, é de 1,25 metros.

C- A mangueira pode passar por trás do fogão?
Não é recomendável. Nunca encoste ou passe a mangueira por trás do fogão, chame a assistência técnica do fabricante e solicite a alteração da entrada da mangueira. O calor pode danificar o plástico da mangueira e provocar vazamentos. Quando for absolutamente necessário passar a tubulação de gás por trás do fogão ou no caso da distância ser maior que 1,25 m, utilize tubo de aço ou de cobre ao invés de mangueira de PVC.

D- Porque o fundo da panela fica preto?
Quando há falta de ar (oxigênio) ou excesso de gás, forma-se a carbonização. A carbonização é um efeito de má regulagem de chama, e não da “qualidade” do gás. Quando não há quantidades suficientes de ar, o Carbono do GLP não reage totalmente, formando o Monóxido de Carbono (CO). Se o combustor for bem regulado, o produto resultante de uma combustão completa é o Dióxido de Carbono (CO2), caso contrário forma-se a carbonização que é o fundo de panela preto.


Este é um dos mais comuns entupimentos, e saiba que o processo para desentupir este ralo é bem simples, e se realizado de maneira correta pode resolver o problema sem que seja necessária a visita de um técnico experiente, evitando gastos com encanadores. Na maioria das vezes o entupimento ocorre devido a resíduos que foram se acumulando no cano, como restos de sabonetes, cabelos, e outros materiais, e diante disso basta a remoção destes resíduos para que o ralo volte a escorrer a água de maneira correta.
Deve-se limpar os ralos de três em três meses, retirando todo o material acumulado. Caso esse procedimento não seja executado, pode haver entupimentos.
Desentupindo o ralo com Diabo Verde (produto encontrado em qualquer rede de supermercados):

Antes de propriamente lhe apresentar o produto é importante deixar duas coisas claras, sendo a primeira e mais importante para que seja cuidadoso ao manusear este produto, deve sempre utilizar equipamentos de proteção como luvas e óculos, pois Diabo Verde é composto por Hidróxido de sódio, cloreto de sódio, nitrato de sódio, barrilha, alumínio e corante, que podem causar acidentes graves.
Somente é eficaz para entupimentos orgânicos, como por exemplo: cabelos, papeis, plásticos etc… QUALQUER problema estrutural do seu encanamento deve ser tratado por um especialista!
Diabo Verde Liquido: Segundo seu fabricante este deve ser utilizado puro, sendo colocado diretamente no cano entupido e levará em média 6 horas para desobstruir o cano. Caso fizer isto e não desentupir terá que chamar um profissional, pois há algo não orgânico em seus canos.
No supermercado você vai encontrar dois tipos: o diabo verde líquido , para desentupir ralos e vasos sanitários e o diabo verde tradicional, que é granulado e serve também para desentupir pias. (leia sempre com atenção o rotulo das embalagens)



Fazer a manutenção periódica do apartamento é essencial para que o imóvel acolha confortavelmente a família, e também evitar a desvalorização, no decorrer do tempo.

No caso de imóveis novos, antes de qualquer procedimento de manutenção é imprescindível consultar o manual do proprietário, que é entregue pela construtora, junto com as chaves.

Junto com as chaves de um imóvel novo, o proprietário recebe o manual com informações importantes sobre o bem que acaba de adquirir, em muitos casos, para toda a vida. Embora a utilidade do documento – que também contém dicas para a manutenção, alguns ignoram que ele existe, displicência capaz de provocar grandes dores de cabeça.

No manual estão contidas todas as informações e os prazos que garantirão a conservação da residência. (Para ter bons resultados), a manutenção deve ser feita conforme previsto (no documento).

É também importante a manutenção da pintura, que deve ser retocada a cada dois anos, inclusive em fachadas de edifícios. Além de manter a impermeabilidade das paredes externas - devido à ação do tempo, a pintura se desgasta e o revestimento é danificado, (a nova pintura) revitaliza a fachada, valorizando ainda mais o empreendimento.


Não recebi o boleto para pagamento, como faço?
Solicitamos que entre em contato com nosso departamento financeiro através do e-mail [email protected]

Posso pagar parte do boleto?
A CROLCON não aceita pagamentos parciais, apenas nos casos de pagamentos antecipados do saldo devedor.

Por que recebi um boleto em nome de outra empresa que não é a CROLCON?
A empresa que consta em seu boleto é uma sociedade de propósito específico, integrante do CROLCON. Esta empresa foi criada com a finalidade de incorporar e construir seu empreendimento. Com isso, os eventuais impactos legais e financeiros vividos por sua controladora não são transferidos a esta empresa. Ou seja, os pagamentos realizados para esta empresa são investidos na própria empresa. Assim, você terá a garantia e segurança que o dinheiro desta empresa será utilizado para investimento no próprio empreendimento, não podendo ser utilizado em outros empreendimentos CROLCON.

Como faço para efetuar pagamentos?
A CROLCON lhe enviará os boletos de pagamento pelo correio próximo às datas de vencimento. Se por qualquer razão você não recebê-los, não se preocupe. Entre em contato com a Central de Atendimento ao Cliente. Um dos nossos profissionais irá emitir um novo boleto para você e orientá-lo sobre como fazer o pagamento com toda segurança e garantia.

Posso antecipar parcelas ou valores do meu contrato?
Sim, quando tiver interesse em antecipar pagamentos, entre em contato com a Central de Atendimento ao Cliente para que você seja orientado sobre como proceder.

Como é reajustado o meu contrato?
Todo o saldo devedor em aberto é corrigido mensal e cumulativamente pelo CUB Sinduscon-SP





Condomínio
Após a expedição do Habite-se do empreendimento, ocorre a Assembléia de Instalação do Condomínio. Nessa reunião é realizada a eleição do síndico e do conselho consultivo. Uma equipe da CROLCON, junto com a administradora do condomínio e do engenheiro da obra, acompanhará a Instalação do Condomínio e a Vistoria de toda a área comum do condomínio. O condomínio é formado por um grupo de pessoas que divide uma propriedade, cada um sendo dono de uma parte do todo. Por se tratar de uma vida em comunidade, é importante respeitar as regras e os procedimentos estabelecidos, mas principalmente respeitar os vizinhos e as pessoas que convivem no condomínio, lembrando que todos possuem os mesmos direitos e deveres em relação ao todo.

O que é Assembléia de Instalação do Condomínio?
É a primeira reunião realizada com os condôminos e a empresa indicada para administrar o condomínio, juntamente com a equipe da CROLCON. Nessa assembléia, além da eleição do corpo diretivo e aprovação da previsão orçamentária inicial, será lavrada uma ata – documento este exigido para obtenção do CNPJ do Condomínio, e que permitirá a este praticar os atos jurídicos e fiscais necessários para a sua administração.

Quando ocorre a Instalação do Condomínio?
Via de regra, após a expedição do Habite-se. Você receberá o edital de convocação protocolado via correio avisando o dia, horário e local da assembléia.

Não posso comparecer à Assembléia de Instalação do Condomínio. Então, o que eu devo fazer?
Você pode enviar uma pessoa da sua confiança munida de sua procuração particular, com firma reconhecida, que deve ser apresentada no início da assembléia. As procurações dos condôminos que assim se fizerem representar deverão estar com firma reconhecida, nos termos do § 2º, artigo 654 do Código Civil.

Qual será a administradora do condomínio? Como ela é escolhida?
Preocupada em oferecer aos nossos clientes produtos e serviços que proporcionem comodidade e bem-estar, indicamos as administradoras mais reconhecidas do mercado, com capacidade para efetuar uma administração segura e de qualidade, à altura de seu empreendimento. Para garantir a preservação do seu patrimônio e uma correta orientação ao corpo diretivo, a administradora deverá permanecer durante o primeiro mandato. Após esse período, a administradora poderá ser trocada por meio de votação na assembléia de condomínio.

Quais as leis e normas que regem o condomínio?
Além do Novo Código Civil (Lei nº 10.406/02), em seus artigos de 1.331 a 1.358, e da Lei nº 4.591/64, em seus artigos que não foram revogados pelo Novo Código Civil, as normas gerais de cada empreendimento estão estabelecidas na Minuta de Convenção do Condomínio, que é registrada no momento da incorporação do empreendimento. Na assembléia posterior à de Instalação, será aprovado pelos condôminos o regulamento interno, que estabelece maiores detalhes das normas do condomínio, como horários e procedimentos que deverão ser obedecidos entre os Condôminos, entre outros regramentos.

O que é área privativa?
É a área de um imóvel, medida em metros quadrados, de uso exclusivo de seu proprietário, ou seja, a área interna dos apartamentos, incluindo a superfície ocupada pelas paredes. Também considera-se área privativa a vaga de garagem, nos edifícios em que a vaga de garagem está vinculada ao apartamento, ou é considerada uma nudade autonoma.

O que é área comum?
É a área que pode ser utilizada por todos os moradores de um condomínio. Como salão de festas, lobby de entrada, piscina entre outros.

Quando começo a pagar a taxa condominial?
O início do pagamento da taxa condominial se dará logo a empresa de administração de condominio seja escolhida. Para imóveis adquiridos durante o período de construção, se inicia o pagamento após a Assembléia de Instalação do Condomínio. Nos casos de imóveis prontos, ou seja, nos quais a Assembléia de Instalação já tenha sido realizada, você inicia o pagamento a partir da data de assinatura do Contrato de Compra e Venda. Em ambos os casos, o pagamento não está vinculado ao recebimento das chaves.



O que é o Habite-se?
Habite-se é uma certidão, emitida pela prefeitura, autorizando que um imóvel recém-construído possa ser ocupado. Também pode ser chamado de auto de conclusão de obra.
Para emissão desse documento, a edificação passa por várias vistorias de regularidade, todas efetuadas por técnicos e engenheiros da prefeitura e pelo corpo de bombeiros. Nessas vistorias verifica-se se a obra foi executada conforme projeto aprovado e se atende aos diversos requisitos legais (parecer da companhia de luz, corpo de bombeiros, companhia de gás, entre outros) para a habitação. A concessão do Habite-se é um dos pré-requisitos para a ocupação do imóvel.

O que é Especificação de Condomínio ou Averbação do Habite-se?
Após a liberação do Habite-se é preciso aguardar a publicação deste em Diário Oficial. Em seguida, é requerido, junto ao INSS, a CND da construção. A CND e o Habite-se são levados a registro no Cartório de Registros de Imóveis para regularizar a construção.




Qual é o processo da outorga e do registro da escritura?
Para a escritura ser outorgada e levada a registro, algumas etapas devem ter sido concluídas anteriormente: o imóvel deve estar quitado e pronto, é preciso que o habite-se esteja averbado e, no caso do Estado de São Paulo, a especificação de condomínio precisa ter sido registrada. A CROLCON não fornece a escritura definitiva para terceiros, ou seja, ela é outorgada para o proprietário atual constante em nosso banco de dados (ou sistema). Caso o cliente deseje vender ou transferir a sua unidade uma cessão de direitos terá que ser feita com a anuencia da construtora.

Qual é o valor da outorga e do registro da escritura?
O valor pago, entre impostos e despesas com cartórios, é de aproximadamente 4% do valor de compra e venda. Esse valor é calculado pelo cartório.

Por que registrar a escritura do imóvel?
O registro garante seus direitos perante a sociedade e o Estado. Conforme o Código Civil, a aquisição total de um imóvel depende do registro da escritura, que é a formalização da venda especificada na matrícula do imóvel, quando a titularidade do imóvel é definitivamente transferida.




Quando posso revender meu imóvel?
Você pode revender seu imóvel a qualquer momento da construção, desde que esteja com as suas prestações em dia. Para isso, deverá entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente. O supervisor do empreendimento entrará em contato com você e solicitará a cópia da documentação do novo comprador para análise.



Como funciona o "Regime Construtivo por Administração"?
Este regime também é conhecido como "Construção a Preço de Custo", e a sua característica principal é a redução no valor final da obra.
A CROLCON quando contratada determina um valor administrativo fixo percentual, calculado sobre o orçamento, portanto, dispensando a utilização do BDI (Benefícios e Despesas Indiretas), que é o fator de lucros e riscos que as empresas estipulam para a execução da obra. Durante o Planejamento é estimado um valor total aproximado para a obra.
Portanto a CROLCON saberá quanto irá lucrar, e o Cliente saberá o valor estimado que irá investir. Posteriormente, quando na Construção, todas as contratações de fornecedores e prestadores de serviços são efetivadas diretamente em nome do Contratante (Associação), eliminando assim os intermediários.
Promovendo estas ações com competência, torna-se possível diminuir relativamente o valor final da obra, podendo até redirecionar custos e investimentos durante o decorrer do Processo Construtivo, com a anuência dos adquirentes associados.